Entre Sonhos e Sorrisos...

Entre Sonhos e Sorrisos...
"Vou-me "vestindo" da vida enquanto ela se vai "despindo" de mim..."

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Vem...


Vem…

Vem que meu corpo já sente o arrepio quente que teu corpo arrasta

Vem que meu olhar já acusa a ânsia de te sentir junto a mim

Vem que minha alma já se encolhe ao imaginar-te dentro… bem dentro

Vem que a expectativa já me deixa louca num prazer adivinhado

De um desejo anunciado.


Por isso vem…

Vem antes que enlouqueça de vontade

Vem antes que o sono me vença e fique só na saudade

Vem antes que o meu corpo te esqueça e fique só na ansiedade

Vem antes que a alma me arrependa por te aguardar

Vem antes que a razão ganhe a batalha

Vem antes que o sentimento entristeça por te aguardar

Vem antes que toda eu canse de esperar.



Por isso vem… mas vem já…

Já antes que eu fuja… fuja ao assumir essa dura verdade

Que em qualquer canto me espera

Antes que eu decida ser sincera comigo e com o mundo

E resolva aceitar que não mereces que te espere

Nem eu mereço teu amor egoísta e vagabundo

Que me enche de amor em segundos contados

Que me enche de prazeres loucos… mas roubados

Onde o ladrão és tu… mas a condenada sou eu.



Por Isabel Reis

8 comentários:

Diogo F. Trindade disse...

Sem palavras. Fabuloso.

Anónimo disse...

Bem amiga, quanta inspiração!!!mais palavras para quê!!!

Anónimo disse...

Fiquei sem palavras...
Desculpa qualquer coisa ;)
L

Anónimo disse...

Parabens!
Ontem passei para ver o teu blog...Adorei!
Fico ansiosa por comprar o teu novo livro!
Felicidades...
ps: qd vieres a lx...diz-me!
Dora Cardoso

Anónimo disse...

pois é minha linda "vulconeta"...tal como aki já disseram tb eu fikei sem palavras, tá 5***

e fez-me lembrar um poema da minha autoria com o mesmo título que este teu...aki o deixo:

Vem...
Descobre meu pescoço com teus lábios
E com tuas mãos percorre meu corpo.


Vem...
Entrelaça-te em mim
E acompanha-me nesta dança.


Vem...
Saboreia minha pele
E enxuga-me este desejo.


Vem...
Invade meus sentidos
E manda parar o tempo.


Hmm...
Já te sinto aqui,
Estás à espera de quê,
Para pores em prática tudo o que te ordenei?

Dany
10/03/2009


espero k tb gostes do meu...
um grande bjo desta amiga ansiosa por ler o teu 2º livro

myself disse...

magnifico! beijinhos

Anónimo disse...

As palavras que tenho para dizer, não chegam para exprimir o que sinto. Que belo poema.
Espero que tudo o escreves consigas publicar...
Seria uma pena não imortalizar em papel estes textos com que todos de certeza nos identificamos...
Aguardo o seu livro...

André Silva

GT A Partida disse...

Pediste-me que viesse e por tanto me pedires acabei por chegar.Abri a porta da felicidade ao entrar!
Agora pasmado ao que vim acabo por não te usar! Perdi-me dentro de ti!

joellira