Mensagens

A mostrar mensagens de Março 13, 2011

Máscaras...

Invariavelmente todos usamos máscaras e não vale a pena dizer que não, tem situações em que se torna impossível não as usar… Mas até que ponto usamos máscaras? Quando sabemos se as devemos usar ou não? Quando podemos ser apenas nós?
Existem aqueles que já não sabem viver sem elas, que as usam tanto e de tal forma que deixam de saber quem são quando as tiram e se tornam perfeitos desconhecidos até para si mesmos… desconhecidos indefesos e perdidos, com medo de viver a vida… com medo de arriscar ser quem são verdadeiramente.
Em época carnavalesca as máscaras são praticamente obrigatórias, “ninguém leva a mal” e todos procuram a melhor, seja ela para provocar ou assustar não importa o intuito, o importante mesmo é dar asas à imaginação, à magia. Mas se em época de carnaval máscaras são sinónimos de alegria, no resto do ano já não se pode dizer o mesmo e o resultado é o que se vê ou melhor, o que não se vê…
Aqueles poucos de entre nós que não usam máscaras, são mais verdadeiros consigo mes…

Mês dos Gatos

Chegados a Fevereiro, o mais pequeno, no entanto o mais romântico e sensual dos meses do ano, mês dos gatos, como sempre lhe ouvi chamar, fica impossível esquecer a quadra em que estamos apesar do frio que se faz sentir.
Até para o mais esquecido fica difícil, somos lembrados constantemente, até nos correios nos tentam impingir a lotaria do “amor”. Para qualquer lado que se olhe só se “respira” (comercializa) amor e só se vêem corações vermelhos por todo lado mas já que temos datas para celebrar tudo e mais alguma coisa, mau era se não tivéssemos uma que celebrasse o amor, o romance, a paixão, acho muito bem… Viva o amor…
Ele é “Adoro-te” para cá, “Amo-te” para lá, enfim… tudo que é bonecadas, corações e ou outras coisas que tais, gravadas com as palavras célebres, a tentar convencer os corações apaixonados a surpreender as caras-metades numa data especial, com uma prenda especial… Eu sei que sou suspeita para falar de amor… falo de amor o ano inteiro… vivo e respiro amor, está entranh…

Entrelaçados

Entrelaçados
num olhar
num silêncio
numa entrega
na partilha…

Entrelaçados
num momento
de desejos
de arrepios
de loucuras…

Entrelaçados…
em ti
em mim
em nós
na vida
como tinha que ser…
…à medida…


por Isabel Reis
todos os direitos reservados