Entre Sonhos e Sorrisos...

Entre Sonhos e Sorrisos...
"Vou-me "vestindo" da vida enquanto ela se vai "despindo" de mim..."

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Máscara

Aquela que uso quando o sol se esconde e as nuvens ameaçam chover
Aquela que tiro da gaveta quando o dia vai longo e o chefe vem difícil
Aquela que me devolve a segurança quando EU mesma me falho…

Máscara para um EU que ficou perdido no silêncio da noite
Para uma alma ferida com medo de enfrentar o dia
Para uma lágrima que ameaça cair mas resiste
Para um sorriso que mesmo encarcerado não desiste.

Trago-a comigo para me sentir segura
Trago-a comigo mesmo que não lhe dê uso
Trago-a comigo para que ninguém veja como sou…
…e eu sou aquela máscara que ninguém sonhou.


por Isabel Reis
todos os direitos reservados

2 comentários:

Caco disse...

Olá. Gosto dos seus poemas e pensamentos. Esse, por exemplo, acho bem interessante. Tento falar com vc no msn, mas nao responde. Um abraço.

Américo Leça disse...

Infelizmente muita gente usa máscara neste País. Só que de tanto a usar e nunca a tirar, a mesma, que se tornou num hábito, já tomou conta do seu rosto e teimosamente não quer sair, pois a mesma já lhe está colada.