Entre Sonhos e Sorrisos...

Entre Sonhos e Sorrisos...
"Vou-me "vestindo" da vida enquanto ela se vai "despindo" de mim..."

quarta-feira, 14 de abril de 2010

O prazo acaba hoje...

Hoje estou aqui... à tua espera... À espera do teu carinho... do teu abraço... À espera que o teu amor seja maior que o teu orgulho... Hoje estou aqui... à espera que percebas que não podes viver sem mim... Amanhã??? Amanhã lamento... mas não prometo nada... Nem tão pouco posso prometer nada… quando tu também não o consegues fazer.

Só te poderei prometer alguma coisa… No dia que tu estiveres preparado para fazer o mesmo… no dia que arriscares confiar-me o teu coração, como eu te confiei o meu… correndo o risco de o perder ou de o ver reviver. Na vida jamais em momento algum podemos querer/exigir de alguém aquilo que nós próprios não estamos dispostos/preparados para dar.

Por isso hoje te garanto com todo o amor e sentimento que faz meu coração bater por ti sem ritmo certo… com todo o amor que faz meu coração saltar do peito à mínima lembrança de nós… do que fomos, do que somos… do que podemos vir a ser… Por isso acredita que hoje… hoje estou aqui à tua espera… como tenho estado todo este tempo. Hoje estou aqui com todo o desejo que meu corpo te tem, com toda a saudade de te ter em meus braços, com toda a fome que a tua ausência fez acumular dentro de mim… Mas o prazo acaba hoje… está decidido… o meu limite chegou ao fim.

Nunca foi um limite de tempo decidido com prazo pré-estabelecido, simplesmente chegou, quando tinha que chegar. Deixei a vida correr ao sabor do vento, deixei que o meu coração tomasse as rédeas e decidisse quando parar… ou quanto tempo esperar. Hoje porém, acordei com as mesmas certezas de todos os dias desde que te foste… e com mais uma. Com a certeza que te amo, como já te amava, com a certeza que te quero, como sempre te quis, com a certeza que meu corpo enlouquece de desejo à falta do teu cheiro… No entanto esta noite, enquanto o meu sono não veio… enquanto o por-do-sol trouxe consigo o amanhecer de hoje, juntos trouxeram também a certeza de que não posso esperar mais.

Por isso tens até hoje para dar um passo em frente até mim, dar-me o teu coração, na certeza de teres o meu contigo… ou recuar… recuar e devolver-me aquilo que é meu mas não consegues agarrar… recuar-te de mim… deixar-me ganhar asas e voar para outras paragens… deixar-me ganhar asas e conhecer novas paisagens.


por Isabel Reis
todos os direitos reservados

Sem comentários: