Entre Sonhos e Sorrisos...

Entre Sonhos e Sorrisos...
"Vou-me "vestindo" da vida enquanto ela se vai "despindo" de mim..."

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Tenho um segredo para te contar...

Tenho um segredo para te contar… um daqueles que não é novidade para mais ninguém a não ser para ti… um que já há muito trago estampado no rosto e grito em cada passo que dou… porém, só tu pareces não ver… um segredo que me faz adormecer quando a noite já vai longa e acordar quando o sol ainda se espreguiça ao longe no horizonte. Tenho um segredo para te contar e só receio que não o queiras ouvir… assim como (julgo eu) finges não o adivinhar no meu olhar.

Tenho um segredo para te contar nem que não deva… Mas pior do que não o contar… é guardá-lo comigo… é não o confessar… principalmente a ti…

Sou louca por ti… terrível e apaixonadamente… louca por ti. Cada poro do meu corpo grita o teu nome, cada segundo do meu dia é passado a desejar-te, a ansiar-te, a procurar-te… nunca te vi as linhas do corpo, mas se fechar os olhos sou capaz de lhes desenhar o contorno sem falhar um pormenor… não te conheço o gosto do beijo, mas se me beijares, o teu gosto não me vai ser de todo estranho, muito pelo contrário… nunca te senti o cheiro… mas sinto-o rodear-me esteja eu onde estiver e consigo trazer a tua imagem ao meu pensamento torturando-me com prazer, enchendo-me de saudade... saudade do que nunca te tive… mas que tenho todas as noites quando me deito sozinha a pensar em ti… a querer-te comigo.

Sou louca por ti… quero o teu corpo desesperadamente junto ao meu… sentir o calor do teu desejo enquanto se funde no meu. Quero-te. Quero-te desesperadamente junto a mim. Já te conheço a mente, já te conheço a forma de ser, de estar e viver de tanto que te absorvo sempre que estou contigo… agora quero conhecer-te o suor, os gritos, o prazer… o amor… e contar-te todos os meus segredos, os que me ensombram o coração, mas também os que me enlouquecem o corpo…

Por isso vou-te adiantar já um que pareces não saber… Sou louca por ti, por esse teu andar, por esse teu respirar, por essa tua ânsia de viver, por esse teu querer-me sem querer.


por Isabel Reis
todos os direitos reservados

3 comentários:

myself disse...

continua a escrever, amiga!...já deixei o meu comentário no FB, fica aqui um beijinhos muito grande******

El Wizard disse...

Muito bonito! Gostei!! Parece um texto grande mas lê se no instante. Estavas muito inspirada enquanto escrevias... Ate pus esse blog nos meus favoritos

El Wizard disse...

Muito bonito! Gostei!! Parece um texto grande mas lê se no instante. Estavas muito inspirada enquanto escrevias... Ate pus esse blog nos meus favoritos